Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Pesquisa do IBGE aponta aumento de 400% de pessoas com acesso à internet em Alagoas. Estado era o menos conectado no Brasil
23/05/2013 - 16h22m

Pesquisa do IBGE aponta aumento de 400% de pessoas com acesso à internet em Alagoas. Estado era o menos conectado no Brasil

Pesquisa do IBGE aponta aumento de 400% de pessoas com acesso à internet em Alagoas. Estado era o menos conectado no Brasil

Crédito: Ilustração Inclusão Digital

“Esse é o resultado dos projetos de inclusão digital desenvolvidos nos estado”. A afirmação é do coordenador de inclusão de digital do Instituto de Tecnologia em Informática e Informação do Estado de Alagoas (Itec), Robson Paffer, após ter conhecimento dos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que afirma que Alagoas deixou o posto do estado menos conectado no país.  Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (16) e apontam que entre os anos de 2005 a 2011 houve um aumento de 400% no número de pessoas com acesso à internet.

 Paffer afirma que em 2010, o governo percebeu o baixo índice de pessoas conectadas no estado e criou projetos. De acordo com o IBGE, o pico do número de acesso ocorreu em 2011. “Diante da situação que poucas pessoas tinham acesso a internet, criamos o projeto de Telecentros que contempla todo o estado. Atualmente temos 42 Telecentros funcionando na área urbana e zona rural”, destacou o coordenador.

Segundo Paffer, mais de 1.200 pessoas, em todas as faixas etárias, estão com inseridas na inclusão digital. “Nós não ficamos apenas na questão da inclusão digital, mas oferecemos para essas pessoas cursos gratuito sobre noções de como utilizar a internet e também orientações sobre informática. Esse dado veio em um bom momento para o crescimento do estado”, ressaltou.

Com a mudança, Maranhão passou a ser o estado menos conectado do Brasil. De acordo uma matéria publicada no portal Terra, a pesquisa do IBGE ouviu 359 mil pessoas, em 1.100 municípios brasileiros, e só considerou pessoas que acessam internet através de computadores e notebook.

 

Fonte:http://cadaminuto.com.br/ por Gilca Cinara

Ações do documento